quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Seção "Quem conta um conto aumenta um ponto": O sonho!

Eu entrei naquela sala com pessoas que nunca tinha visto na minha vida e não sei se as reconhecerei futuramente quando passarem por mim, nas ruas da vida.

Eu estava lá enxergando tudo, bem quase tudo, minha visão estava meio turva, mas conseguia reconhecer muitas coisas ao meu redor, o mais importante é que enxergava e não estava desorientado como alegavam todas as outras pessoas que entravam lá.

Éramos o ultimo grupo de pessoas que entrava naquela sala, em breve essa experimento ia ser deixado de lado.

A sala era simples e tinha uma saída que não era filmada pelas câmeras e alguma coisa me atraia para aquela direção. Comecei a andar então, para aquela saída que era protegida apenas por uma cortina vermelha de veludo, esbarrei em outras pessoas, mas elas não falavam nada com nada.

Menos aquela cara, de cabelo escuro liso, era estranho, pois ele parecia saber o que estava falando, mas não enxergava como todos os outros, então ele de nada me adiantava naquele momento.

Passei pela cortina e desci um corredor totalmente escuro com duas salas, uma de frente para a outra, uma luz rosa bem clara emanava por debaixo da porta a minha esquerda e a outra estava aberta e conseguia ver uma lareira e uma janela azul com detalhes em dourado.

Entrei na sala que estava aberta, dei alguns passos e cheguei perto da lareira, ouvi um trovão e percebi que lá fora estava chovendo, fui chegando mais perto da janela e de repente uma voz distante falou que: “eles estavam esperando por mim”.

Eu olhei para trás desesperadamente e não encontrei nada ali, na verdade fiquei cego por alguns segundos e quando puder ver era uma forma humana falando comigo, estava em um canto escuro da sala, mas não conseguia enxergar e nem me movimentar naquela direção.

A janela tomou forma de um grande robô e falou: “eles estão voltando para a Terra” e voltou a ser a janela novamente, não sei se era alucinação da minha cabeça, então tentei andar em direção à saída e minhas pernas estavam pesadas, mas de forma surpreendente alcancei a saída, após alguns cansativos passos.

Minha outra opção era aquela porta que emanava aquela estranha luz rosa e já não sentia minha pernas pesadas, então fui em direção da porta e empurrei com toda minha força, e ela foi se abrindo lentamente, entrei na sala e vi uma esfera produzindo a luz que começou a emanar mais forte e algumas letras de começaram a girar em orbita daquela esfera.

Comecei a caminhar em direção a esfera como se tivesse sido atraído por uma força maior, eu senti a sua energia tomando conta do meu corpo, e de repente a esfera explodiu em um imenso clarão, e de repente acordei, será que foi um sonho?